sábado, 30 de abril de 2011

Ambulatório de Saúde Mental foi desmembrado do CAPS.




O Ambulatório de Saúde Mental de União dos Palmares está funcionando em sua sede (Rua Floriano Peixoto, na mesma da Casa Lotérica). O desmembramento do CAPS ocorreu a um mês e dessa forma fazendo com que as ações desenvolvidas em ambos setores ficassem mais organizadas. O Coordenador Artur Filho agradece a sensibilidade da Secretária de Saúde Rimelc Lins em agilizar essa mudança que era aguardada desde o ano passado.
Para ser atendido no Ambulatório o paciente deverá primeiramente procurar o CAPS portando os seguintes documentos: cartão SUS, RG, CPF e preferencialmente o encaminhamento. Neste momento será feito uma triagem e será verificado se o paciente é admitido no CAPS ou encaminhado para o Ambulatório, que funciona de segunda a sexta de 08:00 ás 11:00 e de 13:00 ás 16:00.
Consultas: Vê foto acima

Faz parte desta equipe a Atendente Dalva e a Auxiliar de Serviços Gerais Thaiane.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

GENSAM promove Dia Nacional da Luta Antimanicomial.

           O Gerente de Núcleo de Saúde Mental (GENSAM) Berto Gonçalo da Silva, convida os 47 CAPS do Estado de Alagoas para participar da comemoração do dia 18 de maio, "Dia Nacional da Luta Antimanicomial" no CLUBE DA PETROBAS - CEPE - rodovia 101 - norte Km 05, próximo ao SESC - GUAXUMA.

Confira a programação do Evento:
09h   Chegada / Acomodação
         Acolhida - GENSAM
         Banda da Polícia Militar
         Lanche
9h30 Apresentações
         Propostas para estabelecer contrato de convivência do dia - GENSAM
         Reflexção acerca do processo de luta antimanicomial
10h   Abertura COPA CAPS DE FUTEBOL SOCIETY (desfile dos times)
10h30 Brincadeiras/jogos/oficinas
  • Banho de piscina;
  • Ginástica;
  • Vôlei;
  • Biodança;
  • Oficina de pintura;
  • Corrida de saco;
  • Informativo saúde bucal;
  • Informativo DST/AIDS;
  • Oficina de Maquiagem e corte de cabelo (Mônica cabeleleira);
12h Almoço
13h Continuação das atividades
        Apresentação de teatro
        Banho de piscina
        Caminhada na praia
16h Encerramento

FONTE: GENSAM 

terça-feira, 26 de abril de 2011

Aguardem as fotos da comemoração da Páscoa e dos próximos eventos.

  • Comemoração da Páscoa dos usuários e dos funcionários.
Próximos Eventos:
  • Aniversário do Mês de Abril e
  • Capacitação dos funcionários sobre DSTs/AIDS

Dicas em Saúde: Saiba mais sobre Desmaio e convulsão

Convulsão é a contratura involuntária da musculatura, que provoca movimentos desordenados. Geralmente é acompanhada pela perda da consciência. As convulsões acontecem quando há a excitação da camada externa do cérebro.

Causas:

- hemorragia;
- intoxicação por produtos químicos;
- falta de oxigenação no cérebro;
- efeitos colaterais provocados por medicamentos;
- doenças como epilepsia, tétano, meningite e tumores cerebrais.

Sintomas:

- espamos incontroláveis;
- lábios azulados;
- olhos virados para cima;
- inconsciência;
- salivação abundante.

Como agir:

- coloque a pessoa deitada de costas, em lugar confortável, retirando de perto objetos com que ela possa se machucar, como
pulseiras, relógios, óculos;
- introduza um pedaço de pano ou um lenço entre os dentes para evitar mordidas na língua;
- levante o queixo para facilitar a passagem de ar;
- afrouxe as roupas;
- caso a pessoa esteja babando, mantenha-a deitada com a cabeça voltada para o lado, evitando que ela se sufoque com a própria saliva;
- quando a crise passar, deixe a pessoa descansar;
- verifique se existe pulseira, medalha ou outra identificação médica de emergência que possa sugerir a causa da convulsão;
- nunca segure a pessoa (deixe-a debater-se);
- não dê tapas;
- não jogue água sobre ela.

No caso de crianças, se houver febre alta, dê um banho morno de imersão, por mais ou menos dez minutos. Deite a criança envolta na toalha e chame imediatamente um médico.

Não se esqueça:

quem presta os primeiros socorros deve conhecer suas próprias limitações, pois não substitui o médico; tenha sempre à mão os números de atendimento de emergência de sua cidade.
 
IMPORTANTE

terça-feira, 19 de abril de 2011

Dicas em Saúde: Você sabe o que é Doença de Alzheimer?

Doença de Alzheimer é a forma mais comum de demência neurodegenerativa em pessoas de idade. A causa é desconhecida, mas acredita-se que seja geneticamente determinada.
A doença instala-se quando o processamento de certas proteínas do sistema nervoso central começa a dar errado. Surgem, então, fragmentos de proteínas mal cortadas, tóxicas, dentro dos neurônios e nos espaços que existem entre eles. Como conseqüência dessa toxicidade, ocorre perda progressiva de neurônios em certas regiões do cérebro, como o hipocampo, que controla a memória, e o córtex cerebral, essencial para a linguagem e o raciocínio, memória, reconhecimento de estímulos sensoriais e pensamento abstrato.
Sintomas:
· falta de memória para acontecimentos recentes;
· repetição da mesma pergunta várias vezes;
· dificuldade para acompanhar conversações ou pensamentos complexos;
· incapacidade de elaborar estratégias para resolver problemas;
· dificuldade para dirigir automóvel e encontrar caminhos conhecidos;
· dificuldade para encontrar palavras que exprimam idéias ou sentimentos pessoais;
· irritabilidade, suspeição injustificada, agressividade, passividade, interpretações erradas de estímulos visuais ou auditivos, tendência ao isolamento.
A doença de Alzheimer costuma evoluir de forma lenta e inexorável. A partir do diagnóstico, a sobrevida média oscila entre 8 e 10 anos. O quadro clínico costuma ser dividido em quatro estágios:
· Estágio 1 (forma inicial): alterações na memória, na personalidade e nas habilidades visuais e espaciais;
· Estágio 2 (forma moderada): dificuldade para falar, realizar tarefas simples e coordenar movimentos. Agitação e insônia;
· Estágio 3 (forma grave): resistência à execução de tarefas diárias. Incontinência urinária e fecal. Dificuldade para comer. Deficiência motora progressiva;
· Estágio 4 (terminal): restrição ao leito. Mutismo. Dor à deglutição. Infecções intercorrentes.
Tratamento:
A doença é incurável. O objetivo do tratamento é retardar a evolução e preservar por mais tempo possível as funções intelectuais. Os melhores resultados são obtidos quando o tratamento é iniciado nas fases mais precoces.
Numa doença que progressiva nem sempre é fácil avaliar resultados. Por essa razão, é fundamental que os familiares utilizem um diário para anotar a evolução dos sintomas.
A memória está melhor? Os afazeres diários são cumpridos com mais facilidade? O quadro está estável? O declínio ocorre de forma mais lenta do que antes da medicação? Sem essas anotações fica impossível avaliar a eficácia do tratamento.

Uma vez iniciado, o tratamento precisa ser reavaliado pelo médico ao completar um mês, mas deve ser mantido obrigatoriamente por um período mínimo de 3 a 6 meses, para que se possa ter idéia da eficácia. Enquanto a resposta for favorável, o medicamento não deve ser suspenso, sendo fundamental a tomada diária nas doses e observar os intervalos prescritos. A administração irregular compromete o resultado final.
 IMPORTANTE

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Dicas em Saúde: É DIREITO SEU VISITA ABERTA E DIREITO AO ACOMPANHANTE.

O que é visita aberta e direito de acompanhante?
Visita aberta é um dispositivo da Política Nacional de Humanização que amplia o acesso dos visitantes às unidades de internação para garantir o elo entre o paciente, sua família, amigos, enfim, sua rede social e os serviços da rede de saúde. O acompanhante representa a rede social da pessoa internada e está com ela durante toda sua permanência nos ambientes de assistência a saúde.
Para que serve esse dispositivo?
Visitas e acompanhantes fazem bem à saúde! São representantes legítimos da pessoa internada e ajudam na sua reabilitação. A presença de um visitante no ambiente hospitalar possibilita que a equipe de saúde capte dados do contexto de vida da pessoa internada e do momento existencial por ela vivido, possibilitando um diagnóstico abrangente. Ela auxilia ainda na identificação das necessidades da pessoa internada e, através das informações fornecidas pela família e amigos, a equipe de saúde pode elaborar e acompanhar com mais eficácia seu projeto terapêutico singular.
A presença de visitantes/acompanhantes de forma mais constante no ambiente hospitalar traz o 'cheiro' da comunidade a este ambiente, tornando a comunidade também responsável e co-produtora do cuidado, aumentando a autonomia dos membros da família quanto ao seu papel de cuidadores leigos. O acompanhante colabora na observação das alterações do quadro clínico e comunica-os a equipe. Além disso, esse dispositivo mantém a inserção social do doente durante sua internação, que pode perceber a participação dos familiares no tratamento, fortalecendo sua identidade e auto-estima.

Então, todo paciente do SUS tem direito a visita e acompanhante?
De acordo com a carta dos direitos dos usuários em saúde, as crianças, adolescentes, pessoas com deficiência e idosos têm direito a acompanhamento durante todo o período de internação. A lei 11.108 de 07 de abril de 2005 dá à mulher o direito de ter, durante o trabalho de parto, parto e pós-parto, um acompanhante de sua escolha, e recomenda que toda maternidade adapte seu espaço físico para receber este acompanhante. Os demais usuários têm direito a visita diária de no mínimo duas horas durante as internações, com exceção para situações técnicas contra indicadas. A proposta da visita aberta é mais ousada e tem demonstrado ser possível. Hospitais têm ampliado seus horários de visita para até dez horas por dia, constatando que este dispositivo de inclusão traz novos padrões de comportamento, aumentando a solidariedade e o compromisso de todos para com o cuidado.
Como implantar a visita aberta e direito ao acompanhante?
•  Conhecer experiências de hospitais que já implantaram este dispositivo, e os dados referentes aos dias de internação, infecção hospitalar, satisfação dos usuários e trabalhadores;
•  Promover atividades de sensibilização com todos os setores do hospital;
•  Construir de forma coletiva os passos para a implantação, envolvendo o pessoal da portaria, administração, enfermarias, copa, laboratório, CCIH, etc;
•  Adequar espaços para a permanência de visitas/acompanhantes fora dos quartos, como por exemplo, áreas verdes que podem ser adaptadas, varandas;
•  Informar à comunidade e abrir espaço de discussão permanente sobre o dispositivo (rodas de conversa no hospital).
Para mais informações sobre visita aberta e direito ao acompanhante, acesse o site da Política Nacional de Humanização: http://www.saude.gov.br/humanizasus

 IMPORTANTE
  • Somente um médico pode diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo. 
     Fonte:
    Ministério da Saúde. Política Nacional de Humanização
  •  Créditos: Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde

Residências terapêuticas: o que são, para que servem, 2004

"PARA QUEM PRECISA DE CUIDADOS EM SAÚDE MENTAL, O MELHOR É VIVER EM SOCIEDADE".
Conheça um pouco sobre as Residências Terapêuticas. Acesse o link abaixo:

terça-feira, 12 de abril de 2011

1009 acessos.

1009 acessos do Blog Loucosporamor. 
Desde 12/03 até hoje, o blog foi visualizado mais de 1000 vezes. Obrigado a todos que nos acessam e aguardamos sugestões, críticas e visitas também. 

domingo, 10 de abril de 2011

Ações pela saúde - Secretaria Municipal promove I Encontro da Saúde da Família

              Sexta-feira 08/04, a equipe CAPS esteve no evento que comemorou o dia da Saúde. Realizamos panfletagem sobre assuntos: epilepsia e atendimento no CAPS. Estavam presentes o Terapeuta Ocupacional e Coordenador Artur Filho, a Assistente Social Isabelle e suas estagiárias Aparecida e Rozimeire, além de os três usuários que se beneficiram com as ações propostas. 

Confira a notícia no Site da Prefeitura Municipal.

           
             A Secretaria de Saúde de União dos Palmares promoveu na manhã desta sexta-feira, 8, o I Encontro da Saúde da Família, onde todas as estruturas da pasta no município atenderam a comunidade de uma forma mais eficiente e direta. O evento aconteceu em frente ao prédio da secretaria, na Rua Hermano Plech, ao lado da Delegacia Municipal, hospital São Vicente de Paulo e da Casa dos Pobres. 
            Técnicos de programas como Nasf (Núcleo de Apoio à Saúde da Família), CTA, PSF, CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) grifo nosso, e do Saúde na Escola, estiveram juntos no atendimento da população, realizando testes rápidos de glicemia, massa corporal, pressão arterial, entre outros serviços que foram oferecidos por médicos, técnicos, enfermeiros e agentes especializados. 
            Presente ao evento, a secretária Rimelc Shirley Lins, conversou com a população, atendeu crianças e explicou que o objetivo do evento foi comemorar a passagem do Dia Mundial de Luta contra o Câncer (8) e o Dia Mundial da Saúde (7) de abril.“E a melhor forma para se comemorar este dia é atendendo a população e nosso objetivo é levar este projeto para os bairros, O prefeito Areski Freitas, a primeira-dama Gabriela Yasmine preocupados com a saúde de nossas crianças e de nossas famílias estão empenhados e dando total apoio para a realização destes projetos”, falou a secretária.
            As coordenadoras dos programas Saúde na Escola, Cynara Andressa, e de Promoção à Saúde, Vanessa Lúcia da Rocha, parabenizaram as equipes que atuaram no projeto. Alunos de escolas da rede municipal, como Fernando Juazeiro, Olímpia Augusta dos Santos e José Correia Viana estiveram presentes ao evento na companhia de seus professores e coordenadores, participando de instruções sobre peso, alimentação, exercício físico e higiene bucal.
Notícia Postada em 09/04/11 por: Secom/PMUP.

Uncisal abre inscrições para a II Turma de Residência Multiprofissional em Saúde da Família

Vagas são para as áreas de Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Odontologia e Terapia Ocupacional
Gabriela Flores
            A Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propeg), realiza no período de 11 deste mês a 16 de maio as inscrições para o concurso público para a II Turma da Residência Multiprofissional em Saúde da Família 2011.
            As vagas são para as áreas de Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Odontologia e Terapia Ocupacional. Poderão inscrever-se candidatos, nas áreas ofertadas interessados em atuar no campo da Saúde da Família.
          A duração da Residência será de 24 meses, onde o residente desempenhará suas atividades em regime de dedicação exclusiva com carga horária semanal de 60 horas. A carga horária total da Residência é de 5.760 horas.
           As inscrições podem ser efetuadas na Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Uncisal, das 8h às 14h, na Rua Jorge de Lima, 113, Trapiche (3º andar do prédio sede). Informações pelos telefones 3315-6727 ou 3315-6722.

Fonte: agenciaalagoas

sábado, 9 de abril de 2011

Conheça o Portal Entendendo a Esquizofrenia

O Portal Entendendo a Esquizofrenia apoia e estimula a criação de grupos de ajuda para familiares e portadores de esquizofrenia e outros transtornos mentais, divulgando através do nosso site os principais grupos por região. Caso tenha conhecimento de algum grupo em sua cidade, contacte-nos pelo e-mail contato@entendendoaesquizofrenia.com.br para que possamos divulgá-lo aqui para um maior número de pessoas.

Dicas em Saúde - Assédio Moral. Você já passou por isso? Comente o tema.

Assédio moral é toda e qualquer conduta que caracteriza comportamento abusivo, freqüente e intencional, através de atitudes, gestos, palavras ou escritos que possam ferir a integridade física ou psíquica de uma pessoa, vindo a pôr em risco o seu emprego ou degradando o seu ambiente de trabalho.
Condutas mais comuns que caracterizam o assédio moral:                                                                                                                                                                  - Dar instruções confusas e imprecisas ao trabalhador;
- Bloquear o andamento do trabalho alheio;
- Atribuir erros imaginários ao trabalhador;
- Pedir, sem necessidade, trabalhos urgentes ou sobrecarga de tarefas;
- Ignorar a presença do trabalhador na frente dos outros;                                                                  
- Fazer críticas e brincadeiras de mau gosto ao trabalhador em público;
- Impor-lhe horários injustificados;
- Insinuar boatos                                                                                                                                      
- Forçá-lo a pedir demissão ou transferência;
- Pedir execução de tarefas sem interesse;
- Não atribuir tarefas
                                                                                                                                                                      - Retirar-lhe instrumentos de trabalho;
- Assediar a vitima somente quando eles estão a sós;
- Proibir colegas de falar com ele.
Quem agride:                                                                                                                                         - Um superior;
- Um colega de trabalho de mesma hierarquia.
Conseqüências do assédio moral para a empresa:                                                                                                                                                       - Queda de produtividade;
- Alteração da qualidade do serviço e do produto;
- Doenças profissionais, acidentes de trabalho e danos ao equipamento;

- Troca constante de empregados;
- Aumento nas ações trabalhista por danos morais.
Conseqüências para o assediado:                                                                                                                                                         - Perda de motivação, criatividade, capacidade de liderança;                                                         - Aumento da ansiedade, insegurança, depressão, entre outras doenças;
- Aumento das doenças profissionais e acidentes de trabalho;
- Dificuldade de se manter empregado.
O que a vítima deve fazer:                                                                                                                                                               - Resistir: anotar com detalhes todas as humilhações sofridas;
- Dar visibilidade, procurando a ajuda dos colegas, principalmente daqueles que:testemunharam o fato ou que já sofreram humilhações do agressor;
- Organizar. O apoio é fundamental dentro e fora da empresa;
- Evitar conversar com o agressor, sem testemunhas;
                                              
- Exigir por escrito, explicações do ato agressor e permanecer com cópia da carta enviada ao Departamento de Pessoal ou Recursos Humanos e da eventual resposta do agressor. Se possível mandar sua carta registrada, por correio, guardando o recibo;
- Procurar seu sindicato e relatar o acontecido para diretores e outras instâncias;

- Recorrer ao Centro de Referencia em Saúde dos Trabalhadores e contar a humilhação sofrida ao médico, assistente social ou psicólogo.                                                                                                                                                 - Buscar apoio junto a familiares, amigos e colegas, pois o afeto e a solidariedade são fundamentais para recuperação da auto-estima, dignidade, identidade e cidadania.
 IMPORTANTE

CONCURSOS DIVERSOS

1. CREFITO - CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL - 6ª REGIÃO ESTADO DO CEARÁ E PIAUÍ                                                                                                                                                      Consulte: http://www.pciconcursos.com.br/concurso/crefito-6-regiao-85-vagas e www.quadrix.org.br


2. CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DA 17ª REGIÃO/RN                                                                                              Consulte: http://www.quadrix.org.br/concursocrp17.aspx


3. CONCURSO DO CRN5 - CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS 5ª REGIÃO  ESTADOS DA BAHIA E SERGIPE
 Consulte: http://www.pciconcursos.com.br/concurso/crn-conselho-regional-de-nutricionistas-5-regiao-5-vagas


4. CONCURSO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE PALESTINA                                             


sexta-feira, 8 de abril de 2011

Abertas inscrições para Congresso Multidisciplinar Saúde

INSCRIÇÕES

Após preencher o formulário virtual e efetuar o pagamento da taxa de inscrição, o comprovante do depósito bancário deve ser enviado para a MEP EVENTOS via fax através dos telefones: (82) 3231-8238 e/ou 3231-1335, ou pelo correio, End: Av. Sandoval Arroxelas, 766/202 – Ponta Verde, Maceió / AL, CEP: 57035-230. Ou ainda digitalizar o documento e enviar pelo correio eletrônico: mep@mepeventos.com.br.

O documento deve ser devidamente identificado contendo o nome,CPF e e-mail ou telefone de contato do participante.

O pagamento deverá ser nominativo à Santa Casa de Misericórdia de Maceió, através da Caixa Econômica Federal, Ag. 1106, Op: 003 Conta Corrente nº 902-8, CNPJ: 12.307.187/0001-50

Somente serão consideradas válidas as inscrições com o recebimento da ficha e do comprovante de pagamento. Para maiores informações ligue para Mep Eventos ( 82) 3231-8238 / 3231-1335.

PROGRAMAÇÃO

Na edição deste ano, a temática central será a turma da melhor idade, confira a programação completa no "hotsite" www.congressosantacasademaceio.com.br. O congresso integra a programação do Ano do Idoso, instituído pela direção da Santa Casa de Maceió no ano em que comemora 160 anos.


Formatado inicialmente para debater questões médicas, o Congresso da Santa Casa de Maceió ultrapassou fronteiras e hoje possui uma abordagem multidisciplinar, reunindo médicos, assistentes sociais, psicólogos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, engenheiros clínicos, arquitetos,  administradores e estudantes universitários.

O congresso contará com 40 conferências, 36 mesas-redondas e cerca de 50 palestrantes, sendo 23 convidados de outros estados e quase 30 especialistas alagoanos.

Mais informações podem ser obtidas no site www.mepeventos.com.br, pelos telefones (82) 3231-8238 ou 3231-1335 ou pelo e-mail mep@mepeventos.com.br.

Fonte:
Assessoria Santa Casa

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Curso de Extensão e Aperfeiçoamento em Terapia Cognitivo-Comportamental

          A Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) em parceria com o Núcleo Alagoano de Psicoterapias Cognitivas (NAPC) realiza até o dia 20 de abril as inscrições para o Curso de Extensão Universitária e Aperfeiçoamento Profissional em Terapia Cognitivo-Comportamental - turma 2011. 
           O curso visa qualificar profissionais e estudantes da área da Saúde Mental na aplicação prática da teoria e técnicas da Terapia Cognitivo-Comportamental de forma interdisciplinar, ética, crítica e reflexiva, habilitando-os para a prática clínica e ambulatorial.
           O público-alvo consiste em Psicólogos, Médicos, Estudantes de Psicologia e Medicina. As inscrições podem ser efetuadas, das 8h às 17h, na sede do NAPC situada à Rua Dr. José Afonso de Melo, Nº 68 Edf. Harmony, 6º andar, Sl.622 (Synapsi).
Outras informações pelos telefones: 2126.0866 e 9927-5749.

Inclusão digital chega aos pacientes de saúde mental - Delmiro Gouveia

Projeto piloto será implantado na 3ª Região de Saúde, de onde será expandido para todo o Estado                                                                                                                                                   Valdete Calheiros
            A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), em parceria com o Ministério da Saúde (MS) e as prefeituras municipais, realiza aula inaugural do curso de Inclusão Digital: Infocaps “Rompendo Preconceito e Fortalecendo a Cidadania”. A aula inaugural será realizada na Escola Municipal de Ensino Fundamental Governador Afrânio Salgado Lages, no município de Delmiro Gouveia, no próximo sábado (9), às 8h.

            A Escola Governador Afrânio Lages fica no Conjunto Rui Palmeira, s/n, Cohab Velha. O evento tem como público alvo usuários de saúde mental e a comunidade em geral. O gerente do Núcleo de Saúde Mental da Sesau, Berto Gonçalo da Silva, explicou que a ação tem como eixo resgatar a cidadania dos usuários de saúde mental e promover a geração de renda.

            “O Infocaps tem como objetivo promover a inclusão digital de populações excluídas digitalmente, utilizando as tecnologias da informação como instrumentos de construção e exercício da cidadania, através da democratização do acesso e com ajuda da tecnologia disponível, busca-se integração entre educação, saúde e tecnologia, visando à transformação social”, afirmou.

            Conforme Berto Gonçalo, o projeto será levado às cinco regiões de saúde. A 3ª região irá receber o projeto-piloto. O município sede é Delmiro Gouveia, no entanto, o projeto abrange também os municípios de Água Branca e Mata Grande.

            As aulas serão realizadas sempre aos sábados. O curso tem duração de 80 horas. Gradativamente, o Infocaps será implantado nos 47 Centros de Atenção Psicossocial (Caps) existentes em Alagoas. A Sesau realiza a aula inaugural através da Superintendência de Atenção à Saúde (SUAS), Diretoria de Atenção Especializada e Programas Estratégicos (Daepe), Gerência do Núcleo de Saúde Mental (Gensam). O Projeto Infocaps é coordenado por José Oseas de Oliveira Filho.
Fonte: http://www.agenciaalagoas.al.gov.br

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Confira as fotos do Dia da Beleza do mês de março.

Nessa 2ª edição do dia da beleza contamos com o apoio das cabeleleiras Marlene e Lucinéia, cedidas gentilmente pela Secretária de Assistência Social Lídia Campos. A atividade foi organizada pelo núcleo de integração 03, composto pelas Assistentes Sociais Marcia e Isabelle e as estagiárias Aparecida, Cláudia, Morgane e Rose, e ainda a Artesã Suzana. Mais uma atividade de sucesso em nosso CAPS.
Parabéns aos envolvidos. Terapeuta Ocupacional e Coordenador Artur Filho.
Confira as fotos do evento.
Obs: Clique nas fotos para melhor visualização.

terça-feira, 5 de abril de 2011

Centro de Acolhimento oferece ajuda especializada para dependentes

Local já recebeu cerca de 2.000 dependentes químicos em busca de reabilitação

Atualizada: 30/3/2011 por Ascom Sepaz

Centro de Acolhimento faz encaminhamento de dependentes químicos para comunidades terapêuticas
Centro de Acolhimento faz encaminhamento de dependentes químicos para comunidades terapêuticas (Foto: Ascom Sepaz)
Em pouco mais de nove meses, o Centro de Acolhimento, criado pela Secretaria de Estado da Promoção da Paz (Sepaz), já atendeu cerca de 2.000 pessoas com dependência química que desejam passar por tratamento em alguma das 14 comunidades terapêuticas que têm convênio com a Sepaz.
No local, os dependentes são submetidos a uma triagem feita por assistentes sociais, psicólogos e psiquiatras, além de passar por exames laboratoriais. Nessa primeira etapa do acompanhamento, a coordenação do Centro de Acolhimento para Dependentes Químicos define a qual comunidade o paciente deverá ser encaminhado, caso tenha vagas disponíveis no momento.

               As comunidades participantes do projeto são: Lar Santo Antônio de Pádua; Centro de Assistência Social Betesda; Projeto Sarar; Associação Nova Jericó; Renascer; Associação São Miguel Arcanjo; Casa de Restituição Shalon – Cares e Fazenda Vida Nova – Comunidade Kerygma; Casa do Bom Samaritano; Centro de Recuperação Social de Alagoas – Desafio Jovem; Obra Social Nossa Senhora da Glória – Fazenda Esperança Santa Terezinha e Poço das Trincheiras; Secretariado e Assistência Social Juvenópolis e o Instituto de Capacitação e Recuperação Yobel.

O secretário de Estado da Paz, Jardel Aderico, faz um balanço positivo sobre os nove meses de criação do centro. Para ele, a iniciativa fez com que se criasse uma nova mentalidade para os dependentes químicos e seus familiares, que passaram a acreditar no trabalho feito tanto pela Sepaz, durante a triagem, como o tratamento nas comunidades.

“Conseguimos inverter uma situação que andava por um caminho errado. Antigamente, existiam apenas três possibilidades para um dependente químico: ser colocado em um hospital psiquiátrico inadequado, ser rejeitado pela família ou cair na criminalidade. Hoje o quadro é totalmente diferente”, comenta o secretário.

                “O projeto em parceria com as comunidades tem como objetivo principal mudar o comportamento de um dependente químico, que tem uma relação estreita com o consumo e o tráfico. A casa de acolhimento atende tanto do ponto de vista de saúde, como do social”, disse Jardel Aderico, que enfatiza o fato de Alagoas ser o primeiro estado do país a contar com um centro especializado no acolhimento de dependentes.

Segundo o secretário, após a criação do centro e a realização de outras ações do governo de Alagoas, como o programa Agentes da Paz, que têm o objetivo de prevenção e não de combate à violência, os primeiros sinais já começaram a aparecer. “O momento agora é de consolidar o que já foi feito e dar início ao planejamento de novas ideias. O governador Teotonio Vilela Filho tem trabalhado de uma maneira muito corajosa, tentando diminuir a violência através da cultura de paz”, destaca
Ailton Cruz

Lidielma Nobre explica que Sepaz quer 30 casas de recuperação e atendimento especializado em todo o Estado
            A coordenadora do Centro de Acolhimento, Lidielma Nobre, explica que a proposta da Secretaria é chegar ao número de 30 casas de recuperação em todo o Estado, além de dois minipronto-socorros especializados e três comunidades preparatórias.

            Ela acrescenta que durante os primeiros meses de atuação do Centro, mais de 90% das famílias e dos dependentes oferecem um retorno muito positivo para a coordenação. Segundo Lideilma, o número de atendimentos dobrou do primeiro para o segundo trimestre, chegando ao limite diário a partir de 2011.

                “As pessoas passaram a conhecer e confiar no nosso trabalho. Sabemos que temos que melhorar em alguns pontos, as comunidades precisam se estruturar um pouco mais, mas dentro do que é possível atualmente, sabemos que estamos fazendo o melhor trabalho possível para quem sofre com a dependência química em Alagoas”, explica Lideilma.
Anjos da paz
               Um serviço inovador é oferecido no Centro de Acolhimento. Trata-se do Anjos da Paz, atendimento médico feito por uma equipe especializada, que se desloca até a residência dos dependentes químicos que ainda apresentam uma certa resistência em passar pelo primeiro passo do tratamento – a triagem. Para acionar a equipe, basta ligar para o número 0800 28 09 390, que também funciona como canal de esclarecimento e
orientação.

               A coordenadora do Centro afirma que esse tipo de atendimento é um pouco mais restrito, atendendo a casos de maior urgência. Isso se dá pelo fato de o projeto ainda passar pelo processo de estruturação, para que em futuro próximo possa atender mais solicitações.

“Poucas pessoas têm acesso ao Anjos da Paz, mas quem já passou pelo atendimento, conhece a competência dos profissionais. Estamos trabalhando para que em pouco tempo ele passe a atuar de forma independente do Centro”, explica.

              O centro funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na rua Silvério Jorge, nº 500, próximo ao Museu Théo Brandão. São feitos diariamente, no Centro de Acolhimento, cerca de 50 atendimentos.

domingo, 3 de abril de 2011

Pic-Nic cultural no Povoado Muquém

A atividade realizada no dia 28/01 teve como objetivo a interação e socialização dos usuários com a comunidade local. A facilitadora foi a Psicóloga Dilma Mascena e sua convidada Cremilda (Técnica de Enfermagem). Segundo a Psicóloga Dilma, o grupo se apresentou muito dinâmico, participativo, fazendo colocações sobre si mesmo. Todos mostraram-se naquele momento felizes com a iniciativa deste pic-nic, que contou também com a presença de uma grande artesã local, Dona Irinéia.
Confira as fotos do pic-nic realizado no povoado Muquém.